Metrô-DF opera com 60% dos trens no primeiro dia da greve dos metroviários | Companhia do Metropolitano do Distrito Federal

Metrô-DF opera com 60% dos trens no primeiro dia da greve dos metroviários

Metrô-DF opera com 60% dos trens no primeiro dia da greve dos metroviários
19 abr 2021

Paralisação dos metroviários coloca em risco a saúde pública e o esforço coletivo do Governo do Distrito Federal e da sociedade, que há mais de um ano combate os efeitos devastadores da COVID-19

(Brasília, 19/04/2021) – A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) informa que, na manhã desta segunda (19), primeiro dia da greve dos metroviários, todas as 27 estações foram abertas e o sistema operou com 60% dos trens, como estipulou liminar do TRT, concedida a pedido do Metrô-DF. Fora do horário de pico, ainda de manhã, seis trens estavam em operação, o que corresponde a 40% do total que normalmente circula neste horário, conforme percentual também estabelecido pelo TRT.

O Metrô-DF continuará tomando todas as medidas cabíveis para evitar maiores transtornos que a greve dos metroviários possa causar à população do Distrito Federal. Desde fevereiro, a Companhia realizou nove reuniões de negociação e participou de duas audiências de conciliação no TRT. No entanto, não houve consenso. O Metrô-DF manteve todos os benefícios, com exceção daqueles considerados sem amparo legal, como o 13º Auxílio Alimentação.

A Companhia permanece disposta à negociação e aberta ao diálogo, desde que a categoria vote a última proposta apresentada para o ACT 2021 – 2023, que contempla avanços, mas sequer foi apreciada pela categoria nas duas últimas assembleias. Foram incorporadas à proposta inicial cláusulas que atendem a reivindicações da categoria, como nova escala de trabalho para agentes de estação e seguranças e gratificação por quebra de caixa, entre outras.

A greve dos metroviários coloca em risco a saúde pública e o esforço coletivo do Governo do Distrito Federal e da sociedade, que há mais de um ano combate os efeitos devastadores da COVID-19. Por essa razão, a Companhia espera que os metroviários repensem a paralisação e analisem a proposta apresentada pelo Metrô-DF.

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


deneme bonusu deneme bonusu deneme bonusu deneme bonusu
casino
deneme bonusu veren siteler
deneme bonusu
istanbul ofis taşıma evden eve nakliyat istanbul depolama uluslararası evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat istanbul ofis taşıma deneme bonusu veren siteler deneme bonusu veren siteler deneme bonusu veren siteler
nakliyat depolama şehirlerarası evden eve nakliyat