Conselhos do Metrô-DF reforçam a diversidade de gênero nas empresas públicas | Companhia do Metropolitano do Distrito Federal istanbul evden eve nakliyat firmaları nakliye şirketleri evden eve nakliyat - iddaa siteleri sexs hatti betbaba güvenilir bahis siteleri meritroyalbet grandpashabet bahis siteleri casino siteleri betwoon madridbet betivo holiganbet perabet tombala siteleri jeton cüzdan evden eve nakliyat blackjack siteleri slot siteleri sexs hattı bahsine bahsine güvenilir mi telefonda sexs bahis seo evden eve nakliyat ofis taşıma güvenilir bahis siteleri güvenilir bahis siteleri yeni bahis siteleri sexs hattı canlı bahis siteleri casino siteleri betebet uluslararası evden eve nakliyat istanbul eşya depolama

Conselhos do Metrô-DF reforçam a diversidade de gênero nas empresas públicas

Conselhos do Metrô-DF reforçam a diversidade de gênero nas empresas públicas
09 mar 2022

Companhia tem quatro mulheres integrando os conselhos de Administração (Consad) e Fiscal (Confis)

Texto: Paulo Barros/COS/Metrô-DF
Foto: Reisy Ruzzi /@reisyruzzifotografia

(Brasília-DF, 09/03/2022) – A diversidade de gênero é de extrema importância nas empresas atualmente, seja na iniciativa privada ou no serviço público ou empresas públicas, como a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF). Não há dúvidas sobre isso. E garantir a representação equilibrada das mulheres no trabalho tem efeitos positivos em toda a organização. Dessa forma, em prol da diversidade de gêneros, opiniões, ideias e perspectivas, a Companhia, além de suas áreas operacional e administrativa, também possui quatro mulheres ocupando cargos nos conselhos de Administração (Consad) e Fiscal (Confis).

Dessa forma, contar com a atuação de Carla Chaves Pacheco, Camile Sabino Bezerra Correa, Dulce Raquel Zanetti da Silva e Maria do Socorro Cruxen Marra, nos Consad e Confins significa o respeito à autonomia e independência feminina junto aos órgãos mais relevantes do Metrô-DF, bem como respeita-se o posicionamento para se realizar o processo de tomada de decisão estratégica e do gerenciamento de governança dentro da Companhia.

“É importante os papeis das mulheres em espaços genuinamente masculinos, onde a gente demonstra a nossa capacidade de ver os detalhes, observar com sensibilidade certos assuntos”

Socorro Cruxen,

Assim, não há dúvidas que, dentro do Metrô-DF, esse fator da ocupação de cargos por mulheres não entra apenas na estatística sobre a representatividade feminina na Companhia, mas, principalmente, legítima a integração, participação e a atuação da mulher no direcionamento e na fiscalização sobre resultados estratégicos, desempenho e produtividade da Empresa com o propósito de cumprir a missão institucional com ética, integridade, valores e conhecimento técnico.

“É importante os papeis das mulheres em espaços genuinamente masculinos, onde a gente demonstra a nossa capacidade de ver os detalhes, observar com sensibilidade certos assuntos”, avalia Socorro Cruxen, que integra o Conselho Fiscal (Confis) do Metrô-DF. “Eu também vejo como o conjunto masculino gosta dessa participação feminina, como se nós nos completássemos”, acredita Socorro Cruxen. Para ela, “o que eles têm, nós completamos com aquilo que lhes faltam. Acho de fundamental importância esse envolvimento das mulheres no Conselho”.

Socorro Cruxen e Dulce Zanetti integram o Conselho Fiscal (Confis) da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF). Foto: Reisy Ruzzi/ @reisyruzzifotografia

“A participação das mulheres nesses colegiados é mais uma demonstração das conquistas femininas ao longo da história, na luta constante da mulher para garantir seu espaço social e o reconhecimento de sua capacidade e de seus direitos”, avalia Dulce Zanetti, que também integra o Confis. A conselheira esclarece que, por força da Lei º 4585, de 13 de julho de 2011, pelo menos 30% dos cargos que compõem os órgãos colegiados devem ser ocupados por mulheres. “Por isso, sinto-me extremamente honrada em participar do Conselho Fiscal do Metrô-DF, pois assim, posso deixar minha contribuição de modo significativo a engrandecer o empoderamento feminino”, completa.

“A participação das mulheres nesses colegiados é mais uma demonstração das conquistas femininas ao longo da história, na luta constante da mulher para garantir seu espaço social e o reconhecimento de sua capacidade e de seus direitos”

Dulce Zanetti
Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.