Palestra sobre ESG abre a Semana do Meio Ambiente no Metrô-DF | Companhia do Metropolitano do Distrito Federal istanbul evden eve nakliyat firmaları nakliye şirketleri evden eve nakliyat - iddaa siteleri sexs hatti betbaba güvenilir bahis siteleri meritroyalbet grandpashabet bahis siteleri casino siteleri betwoon madridbet betivo holiganbet perabet tombala siteleri jeton cüzdan evden eve nakliyat blackjack siteleri slot siteleri sexs hattı bahsine bahsine güvenilir mi telefonda sexs bahis seo evden eve nakliyat ofis taşıma güvenilir bahis siteleri güvenilir bahis siteleri yeni bahis siteleri sexs hattı canlı bahis siteleri casino siteleri betebet uluslararası evden eve nakliyat istanbul eşya depolama

Palestra sobre ESG abre a Semana do Meio Ambiente no Metrô-DF

Palestra sobre ESG abre a Semana do Meio Ambiente no Metrô-DF
27 maio 2022

Direcionada aos integrantes dos Conselhos de Administração, Fiscal e aos diretores da Companhia, evento destacou a importância da sustentabilidade para o setor público

Foto: Maria Luiza Munhoz/Metrô-DF

(Brasília-DF, 27/05/2022) – Organizada pelo Comitê de Sustentabilidade, a Semana do Meio Ambiente na Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) foi aberta oficialmente nesta quarta-feira (26/05) com a realização de uma palestra com César Tarabay Sanches, superintendente de Sustentabilidade da B3, sobre ESG aos conselheiros de Administração, Fiscais e os diretores da Empresa. A sigla, em inglês, que significa “Environmental, Social and Governance”, corresponde às práticas ambientais, sociais e de governança de uma organização. O ESG é hoje a forma com que as empresas de mais alto nível guiam seus caminhos. Harmonizando governança, sociedade e meio ambiente, as empresas tem o desafio de manter suas estratégias se adaptando ao atendimento dos três pilares. Essa forma de governar as empresas é de suma importância para que seja possível um retorno não só aos acionistas, mas à sociedade como um todo.

Sanches, em sua palestra, destacou a preocupação em relação às mudanças climáticas, que afetam diretamente segmentos da economia como energia e alimentos, atingindo insumos para empresas e empregados. Para o palestrante, independentemente do setor, todas as empresas podem sofrer os impactos das mudanças climáticas e, portanto, devem adotar medidas para reduzir suas emissões de carbono e gerenciar adequadamente o consumo de água e o descarte de resíduos.

Cesar Sanches mostrou como a B3 incorporou a sustentabilidade na cultura da empresa e desenvolveu índices que, além de servirem como instrumentos atrativos para os investidores comprometidos com esta temática, ajudam a estimular companhias a incorporarem questões ESG em suas estratégias de negócio. Ele destacou o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE B3), que apoia investidores na tomada de decisões de investimentos e induz as empresas a adotarem as melhores práticas de sustentabilidade, contribuindo para a perenidade dos negócios.

Confirmando o engajamento da B3 com a sustentabilidade, Sanches mostrou os compromissos institucionais assumidos pela B3 como adesão ao Principles for Responsible Investment (PRI), iniciativa da Oorganização das Nações Unidas (ONU) em prol do investimento responsável; UN Women’s Empowerment Principles (WEPs), que auxilia o setor privado a promover igualdade de gênero no ambiente de trabalho, no mercado e na comunidade; e o Pacto Global da ONU, que tem o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas estratégias de negócios e operações, dos seus 10 princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção e desenvolvimento de ações que contribuam para o enfrentamento destes desafios.

Para o diretor-presidente do Metrô-DF, Handerson Cabral, “ver como as grandes empresa do mercado financeiro vêm encarando os desafios de incorporar a sustentabilidade nas suas agendas é fundamental para o desenvolvimento de um modelo voltado para o setor público”, avalia. Cabral destacou que o Mettrô-DF tem encarado o desafio por meio da consolidação da área de Governança, desenvolvimento de indicadores para avaliação de desempenho, fortalecimento da gestão de riscos e políticas de incentivo à igualdade de gênero, cultura, inovação e projetos sustentáveis. O diretor-presidente do Metrô-DF espera a Companhia possa se destacar como um case de sucesso com a adoção dessas práticas e, com isso, venha a incentivar outras empresas públicas a adotarem o ESG em suas práticas.

Sobre a Semana do Meio Ambiente

Acompanhem no cronograma de atividades do Comitê de Sustentabilidade, em parceria com a Comissão de Coleta Seletiva e Comissão Especial do Programa de Otimização do Uso da Água, voltadas para a Semana do Meio Ambiente. Serão ações de conscientização todos os dias da semana, de 30/05 à 03/06, a fim de integrar os empregados aos trabalhos desenvolvidos no Metrô-DF a respeito da responsabilidade socioambiental que a Empresa desempenha em comunhão com seus objetivos sociais.

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.