greve dos metroviários | Companhia do Metropolitano do Distrito Federal

Tag: greve dos metroviários


Metroviários recusam proposta do Metrô-DF e greve continua

17

maio 2021

Metroviários recusam proposta do Metrô-DF e greve continua

Em reunião realizada nesta segunda-feira (17/05) no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) – 10ª Região, o Sindmetrô-DF recusou proposta apresentada pela Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) para a assinatura das cláusulas apresentadas em 14/04, deixando as duas que são objeto de impasse – 13º salário do Auxílio Alimentação e Quebra de Caixa – para discussão no âmbito do TRT. O Metrô-DF lamenta a decisão da categoria e vai aguardar o julgamento da ação de dissídio coletivo pelo TRT. A Empresa permanece aberta ao diálogo com os metroviários e continuará tomando todas as medidas administrativas, operacionais e judiciais cabíveis para atenuar os transtornos da greve à população do Distrito Federal.


Greve dos metroviários: TST atende pedido do Metrô-DF e determina 80% dos trens rodando

23

abr 2021

Greve dos metroviários: TST atende pedido do Metrô-DF e determina 80% dos trens rodando

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) ampliou de 60% para 80% o número de trens no horário de pico e de 40% para 60% nos demais horários. Com a decisão, em dias úteis, o mínimo da frota no horário de pico, das 6h às 8h45 e das 16h45 às 19h30, é de 19 trens em circulação. No horário de vale diurno (das 8h45 às 16h45), serão 9 trens – 60% do número que normalmente circula nesses horários. E, no horário de vale noturno, das 19h15 às 23h30, o mínimo passa a ser 5 trens em circulação. Aos sábados, serão 12 trens no horário de pico (das 6h às 9h45 e das 17h às 19h15); no horário de vale diurno (9h45 às 17h), 7 trens; no vale noturno (19h15 às 23h30), 5 trens. Aos domingos e feriados, o mínimo será de 5 trens durante todo o horário de funcionamento (7h às 19h).


Informativo – Greve dos metroviários

23

abr 2021

Informativo – Greve dos metroviários

O Metrô-DF continuará tomando todas as medidas cabíveis para evitar maiores transtornos que a greve dos metroviários possa causar à população do Distrito Federal. Desde fevereiro, a Companhia realizou nove reuniões de negociação e participou de duas audiências de conciliação no TRT. No entanto, não houve consenso. O Metrô-DF manteve todos os benefícios, com exceção daqueles considerados sem amparo legal, como o 13º Auxílio Alimentação. A Companhia permanece disposta à negociação e aberta ao diálogo, desde que a categoria vote a última proposta apresentada para o ACT 2021 – 2023, que contempla avanços, mas sequer foi apreciada pela categoria nas duas últimas assembleias.


Greve dos metroviários: Metrô-DF funciona com o mínimo de trens estipulado por liminar

23

abr 2021

Greve dos metroviários: Metrô-DF funciona com o mínimo de trens estipulado por liminar

O Metrô-DF continuará tomando todas as medidas cabíveis para evitar maiores transtornos que a greve dos metroviários possa causar à população do Distrito Federal. Desde fevereiro, a Companhia realizou nove reuniões de negociação e participou de duas audiências de conciliação no TRT. No entanto, não houve consenso. O Metrô-DF manteve todos os benefícios, com exceção daqueles considerados sem amparo legal, como o 13º Auxílio Alimentação. A Companhia permanece disposta à negociação e aberta ao diálogo, desde que a categoria vote a última proposta apresentada para o ACT 2021 – 2023, que contempla avanços, mas sequer foi apreciada pela categoria nas duas últimas assembleias.


Nota – Descumprimento da decisão do TRT-10 pelo Sindmetrô-DF

06

maio 2019

Nota – Descumprimento da decisão do TRT-10 pelo Sindmetrô-DF

A Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) informa que o Sindicato dos Metroviários do DF (Sindmetro-DF) não está cumprindo a decisão judicial expedida pela presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10), desembargadora Maria Regina Machado Guimarães, prejudicando o acesso ao transporte público do DF. Na sexta-feira (3), liminar determinou ao Sindmetrô-DF que, durante a greve em curso, garanta o funcionamento de 80% da frota de trens nos horários de pico e de 30% nos demais horários, sob pena de multa diária de R$ 100 mil. Nesta segunda (6), o Metrô-DF deveria circular com ao menos 23 trens. No entanto, só foi possível atender a população com 22 composições, gerando incômodo aos usuários com trens lotados no horário de pico.


Confira o horário de funcionamento do Metrô-DF enquanto durar a greve dos metroviários

02

maio 2019

Confira o horário de funcionamento do Metrô-DF enquanto durar a greve dos metroviários

A Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) lamenta que o Sindicato dos Metroviários tenha orientado a categoria a abandonar as negociações com a deflagração da greve nesta quinta-feira (2/5), apesar dos esforços do governo do Distrito federal em realizar um acordo que evitasse a paralisação, atendendo à solicitação do sindicato em manter o Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2019, na íntegra, até 2020. A direção da empresa mantém permanente o diálogo com os empregados e informa que fará todo os esforços para manter os serviços com o mínimo de trens previstos para o horário de pico que possa garantir a segurança dos usuários e funcionários, de maneira que seja possível minimizar os transtornos decorrentes deste movimento.




deneme bonusu deneme bonusu deneme bonusu deneme bonusu
casino
deneme bonusu veren siteler
deneme bonusu
istanbul ofis taşıma evden eve nakliyat istanbul depolama uluslararası evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat istanbul ofis taşıma deneme bonusu veren siteler deneme bonusu veren siteler deneme bonusu veren siteler
nakliyat depolama şehirlerarası evden eve nakliyat